Apresentadora da BBC anuncia nas redes sociais que tem poucos dias de vida após luta contra o câncer

Rachael Bland era apresentadora da BBC há mais de 15 anos (Foto: BBC)

Ao receber a notícia de que morreria em pouco tempo, a apresentadora de rádio da BBC Rachel Bland decidiu se despedir do público nas redes sociais. A locutora de 40 anos foi diagnosticada com câncer de mama em novembro de 2016 e, menos de dois anos depois, foi informada de que não teria como curar a doença.

“Nas palavras do lendário Frank Sinatra, temo que o momento tenha chegado. E repentinamente”, tuitou Bland, na segunda. “Me disseram que tenho dias (de vida). É muito surreal. Muito obrigada a todos pelo apoio que tenho recebido.”

Bland, que vive em Cheshire, no Reino Unido, soube em maio que seu câncer era incurável e que sua última esperança era participar de um estudo clínico, que poderia lhe abrir possibilidade para um tratamento alternativo.

Em agosto, contudo, um exame mostrou que a doença havia entrado em fase metastática – ou seja, havia se espalhado pelo corpo.

Corrida contra o tempo

A apresentadora disse ao jornal britânico The Sunday Telegraph em agosto que não tinha medo de morrer e que estava em uma “corrida contra o tempo” para escrever memórias para o filho.

Bland quer deixar ao menino “todas as histórias e conselhos que teria dado, mas que não poderá fazê-lo pessoalmente”.

Ela contou que escrever o livro a estava fazendo rir e chorar. O livro Para Freddie será, segundo a apresentadora, uma “carta de amor para meu lindo filho, que espero que possa eternizar o meu amor por ele”.

 

Por BBC

COMPARTILHAR