ENTREGOU TUDO: Ivan Burity faz delação e é solto após revelar todo mecanismo e o chefão de organização criminosa

Ivan Burity (Executivo de Desenvolvimento e Turismo do Estado)

Na quarta-feira da semana passada, o ex-secretário Ivan Burity manteve uma misteriosa reunião a portas fechadas numa das dependências do Tribunal de Justiça com o desembargador Ricardo Vital, magistrado encarregado dos feitos da Operação Calvário. As especulações indicavam sinais de sua iminente soltura, diante da delação premiada que havia negociado com o Gaeco. (mais em http://bit.ly/35X9r9M)

Depois do misterioso encontro com o desembargador, especulou-se sobre a ocorrência de várias ações em série. Numa delas, a força tarefa da Operação Calvário teria empreendido uma ofensiva no Brejo Paraibano, especificamente na região de Bananeiras, onde haveria indícios de lavagem e armazenagem de dinheiro sujo. Dinheiro usado para compra de imóveis, além de uma fortuna guarnecida a sete chaves.

Então, na noite dessa quarta (dia 11), Ivan deixou o presídio, após 63 dias. Nos bastidores, informações de que Ivan, que integrava o núcleo duro do ex Ricardo Coutinho, não apenas entregou o esquema criminoso infiltrado em organizações sociais e desbaratado pela Calvário, como ainda revelou a identidade do chefão, o cabeça do esquema, aquele responsável por administrar, de forma cerebral, a espinha dorsal de uma quadrilha que agiu com estilo da máfia siciliana.

A partir de agora, e de acordo com as investigações, o trabalho do Gaeco deve avançar de forma mais célere para alcançar o chefão, um figurão conhecido na praça por suas bravatas, e pela imagem que tentou cunhar de honestidade e seriedade com o trato da coisa pública. E o tempo conspira contra este figurão façanhudo.

 

Fonte/Blog do Helder Moura

 

COMPARTILHAR