Festa do Palmeiras invade a madrugada; torcida pede permanências de Dudu e Jaílson

A festa do Palmeiras pelo decacampeonato brasileiro se estendeu além do gramado de São Januário neste domingo e correu a madrugada desta segunda-feira. Horas depois de vencer o Vasco, o elenco alviverde desembarcou em São Paulo e foi direto à Academia de Futebol para festejar com a torcida, que lotou a Avenida Marquês de São Vicente, na zona oeste da capital paulista.

Assim que o ônibus desembarcou no CT, o elenco foi recebido a gritos de “campeão” e com uma chuva de fogos. Logo em seguida, os jogadores, acompanhados do diretor de futebol, Alexandre Mattos, subiram ao trio elétrico para comemorar com a torcida. Quem também marcou presença na festa foi Leila Pereira, presidente da Crefisa, a principal patrocinadora do clube.

Nomes como Dudu, Felipe Melo, Victor Luís, Lucas Lima, Luan e o presidente Maurício Galiotte também se manifestaram junto à torcida e cantaram as músicas do Verdão entoadas pelos fanáticos.

O camisa sete, inclusive, ouviu gritos de “guerreiro” e pedidos por sua permanência. Em função do grande futebol apresentado em 2018, o camisa sete é um dos mais cotados para deixar o Palestra Itália.

Em determinado momento da festa, Mattos chamou Jaílson, e pediu para a torcida se manifestar a favor ou contra a renovação do contrato do goleiro, que se encerra no fim de 2018. Sob gritos de “fica”, o atual reserva de Weverton fez questão de saudar os presentes, mas não deu maiores indícios quanto ao futuro.

 

FOX Sports

COMPARTILHAR