Justiça eleitoral deixa Lindolfo Pires inelegível por 8 anos, mas decisão não afeta seu mandato

Divulgação

O juiz eleitoral da 35ª Zona Eleitoral de Sousa, Fabiano L. Graçascosta, julgou procedente Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) contra o deputado estadual Lindolfo Pires (Pros) e determinou a sua inelegibilidade, pelo prazo de oito anos.

A ação é referente à eleição municipal de 2012, em que ele foi derrotado. Segundo o cartório da 35ª Zona, a condenação não alcança o atual mandato do parlamentar, e cabe recurso.

Uma notícia de que teria havido a cassação do mandato do deputado Lindolfo Pires, circulou nesta terça-feira, nos portais e blogs de notícias da Paraíba. Porém, segundo o chefe de cartório João de Deus, a notícia não procede e foi exagerada.

 

ClickPB

COMPARTILHAR