LUTO NA CRÔNICA ESPORTIVA: Morre em Sousa o narrador esportivo F. Lunguinho

Morreu hoje no início da tarde desta terça-feira(5) na cidade de Sousa o radialista Francisco Lopes conhecido também por F. Lunguinho ou Chico de Joel. Ele passava por graves problemas de saúde e lutava contra um câncer na garganta que lhe tirou o seu instrumento de trabalho, ou seja, a sua voz há cerca de 5 anos.

O narrador esportivo morreu no Hospital Regional de Sousa onde estava internado há cerca de 15 dias depois de sofrer um AVC.

O velório acontecerá na Igreja do Rosário e sepultamento as 16 horas desta quarta-feira.

A sua história

Francisco Lopes, 75 anos natural de Sousa nasceu em 1942, filho de agricultores F. Lunguinho começou a carreira como radialista com 21 anos na começou a carreira de locutor em difusoras (Megafones que eram distribuídas pela cidade) em seguida F. Lunguinho trabalhou na rádio Progresso AM, passando ainda por várias outras emissoras, sempre como locutor esportivo, pai de três filhos do seu primeiro casamento ele não media esforços para estar no radio, uma pessoa conquistadora e dedicada embora não tenha cursado nem uma faculdade, o que ele tinha mesmo era um dom e muito amor pelo que fazia.

Amante do rádio e do futebol ele seguiu a carreira fazendo o que mais gostava transmitir os jogos através do rádio, hoje aos 72 anos, F. Lunguinho perdeu a voz, ele foi acometido de um câncer na laringe a cerca de cinco anos atrás, ele passou por uma cirurgia que o curou do câncer mais lhe tirou o instrumento de comunicação, ele perdeu a voz.

Ele venceu uma batalha, o câncer mais a cerca de cinco meses atrás ele teve um principio de AVC, com isso ele pouco andava e se comunicava com gestos. Ele nos passou as informações por escrito, o que lhe é peculiar, sempre sorrindo.

Feitos internacionais 

Perguntado pela reportagem se algum jogo havia marcado a sua carreira, ele escreveu: Brasil x Alemanha, perguntado em que ano e por que marcou sua carreira, ele escreveu: 1994 muita emoção.

Ele ainda escreveu: Transmiti Brasil x Portugal, Brasil x Alemanha e Brasil x Peru entre outros.

  1. Lunguinho venceu quase todos os obstáculos para exercer a sua profissão, sem contar com a facilidade hoje tida pelo avanço da tecnologia, ele ainda enfrentava a falta de apoio técnico das emissoras por onde passou a exemplo quando ele foi transmitir um jogo na cidade de Major Sales por consequência o fio usado para conectar a mala de transmissão era pequeno e faltou cabo para transmitir o jogo e ele usou uma cerca de arame farpado como fio, deu certo e ele conseguiu transmitir o jogo.

Outra história que os amigos relatam é que certa vez a LP (Linha Privada) para transmissão de um jogo no estádio Marizão não funcionou porem isso não foi empecilho para F. Lunguinho, ele usou um fio ligado na mesa da rádio Jornal e passou esse fio pelos portes até O Marizão onde conseguiu fazer a transmissão do jogo.

Inúmeros relatos são feitos a respeito da vida profissional ressaltando que Chico como é carinhosamente conhecido, enfrentou todos esses esforços com o grau de escolaridade e driblando literalmente as dificuldades técnicas da época.

Como foi relatado no inicio da matéria o velho narrador do futebol sousense precisava muito da ajuda dos amigos já que passava por sérias dificuldades financeiras. Ele residia com sua esposa em um apartamento de um cômodo na Pousada Dinossauro e sobrevivia de um salário mínimo da sua aposentadoria já que sua esposa não pode trabalhar porque cuidava dele.

 

Créditos e fonte:Gutemberg Cardoso/ Polêmica Paraíba

 

COMPARTILHAR