Mococa, ex-jogador do Palmeiras, morre ao ser atropelado na Rodovia SP-340

O ex-jogador de futebol Gilmar Justino Dias, conhecido como Mococa, de 60 anos, morreu na noite de sexta-feira (8) após ser atropelado na Rodovia José André de Lima (SP-340), em Mococa. Segundo a Polícia Civil, o motorista fugiu sem prestar socorro.

O acidente aconteceu no km 278 e, segundo a polícia, Dias foi atingido quando andava pela rodovia. No local, foram encontradas peças do carro que atropelou o ex-atleta.

O corpo estava no acostamento da pista e foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de São José do Rio Pardo (SP). A Polícia Civil vai investigar o caso.

O enterro está previsto para este sábado (9), às 17h, no Cemitério Municipal de Mococa. O prefeito Mococa, Wanderley Martins, decretou luto oficial de 3 dias em razão da morte do ex-jogador.

Trajetória

Mococa ganhou o apelido por ter nascido na cidade. Ele atuava como volante e jogou no Palmeiras, comandado pelo treinador Telê Santana, entre 1978 a 1980. Ele participou de 76 jogos pela equipe e marcou 11 gols.

O ex-jogador também tem passagens pelo Bangu (SP), Santos e Rio Branco de Americana (SP).

Palmeiras lamentou a morte de Mococa nas redes sociais (Foto: Reprodução/Twitter)

Por G1 São Carlos e Araraquara

COMPARTILHAR