Morreu em São Paulo o ator Oswaldo Loureiro. Ele tinha 85 anos e sofria do mal de Alzheimer

Reprodução/TV Globo

Oswaldo nasceu no Rio, em 1932 e começou a carreira artística aos 12 anos no cinema. Em 1955, estreou no teatro na peça “Vestido de Noiva”, de Nelson Rodrigues. “Possivelmente a peça mais importante do nosso teatro, o que para mim foi uma sorte muito grande”, disse em entrevista.

Foram pelo menos 140 peças e mais de 20 novelas da TV Globo, como Guerra dos Sexos. Em Roque Santeiro, interpretou o criminoso Navalhada. Foi o conselheiro Gaston em Que Rei Sou Eu?.  E também participou de Celebridade, que está sendo reprisada no Vale a Pena Ver de Novo.

Oswaldo Loureiro também foi presidente do Sindicato dos Artistas na década de 1980 e lutou pelo reconhecimento da profissão.

A última participação de Oswaldo Loureiro em novelas foi em 2005, em “A lua me disse”. Segundo a família, ele sofria de Alzheimer e, por isso, se afastou da profissão. Loureiro morreu neste sábado de madrugada, de infecção generalizada. O corpo dele foi cremado, no fim da tarde, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

 

G1

COMPARTILHAR