Operação Calvário: Gaeco investiga “encontros suspeitos” de Livânia Farias com deputados estaduais

Alvo da Operação Calvário, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB), a ex-secretária Livânia Farias teria fornecido informações relevantes à investigação, a exemplo de “encontros suspeitos” com deputados estaduais. Ao confirmar o acontecido, uma das supostas provas que teria sido apresentada pela ex-secretária ao Gaeco, foi uma agenda onde religiosamente anotava o compromisso, com assunto, data, horário e, após o encontro, o desfecho.

Informações chegadas ao RádioBlog dão contas de que além de parlamentares estaduais, aparecem na lista de Livânia Farias parlamentares federais, ex-colegas de governo do Estado e também membros do judiciário.

A Operação Calvário investiga núcleos de uma organização criminosa acusada por desvio de recursos públicos, corrupção, lavagem de dinheiro e peculato, através de contratos firmados entre o Governo do Estado da Paraíba e Organizações Sociais, entre elas a Cruz Vermelha, com valores chegando a R$ 1,1 bilhão.

Thiago Moraes/Paraibaradioblog

COMPARTILHAR