Papa Francisco diz que divórcio virou ‘moda’ e ideal é família unida

Papa Francisco afirmou que o divórcio se transformou “em uma moda” quando o ideal para as famílias é a “unidade”, durante a audiência-geral realizada nesta quarta-feira (29), na Praça São Pedro, no Vaticano.

“Nós nos esquecemos por que hoje está na moda nas revistas, nos jornais, falar assim: “Esse se divorciou desta”. Mas, por favor, isso é uma coisa ruim. Eu respeito todos, devemos respeitar as pessoas, mas o ideal não é o divórcio, o ideal não é separação, o ideal não é a destruição da família. O ideal é a família unida”, declarou.

“As dificuldades e problemas que as famílias atravessam não podem minar a importância da instituição familiar para a sociedade, para a humanidade ou colocar em discussão a necessidade humana fundamental do amor duradouro”, ressaltou.

O pontífice dedicou a audiência desta quarta a lembrar a viagem que fez à Irlanda no fim de semana para participar do Encontro Mundial das Famílias. Entre os momentos da visita, o papa relatou que foi deixada “uma marca profunda” o encontro com algumas das vítimas de abusos sexuais cometidos pelo clero no sábado (18), em Dublin.

“Em várias ocasiões pedi perdão ao Senhor por esses pecados, pelo escândalo e pelo sentimento de traição”, afirmou.

De acordo com o papa, os bispos irlandeses “seguiram um caminho sério de purificação e reconciliação com aqueles que sofreram abuso” e, com a ajuda das autoridades, estabeleceram “uma série de normas rigorosas para garantir a segurança dos jovens”.

 

G1

 

COMPARTILHAR