Pastora morre no primeiro culto de 2019: “Soltou o microfone e caiu”

O culto de domingo, 06 de janeiro, foi o primeiro do ano e o último da pastora Jacira Cabral, 52 anos, que morreu no púlpito da igreja enquanto testemunhava sobre a virada de ano.

Jacira Cabral atuava na igreja Ministério da Oração, em Sena Madureira (AC). Durante o culto, ela decidiu compartilhar uma inspiração para 2019. Em seguida, passou mal e soltou o microfone e caiu sem vida.

“Estávamos no culto louvando hinos e ela foi falar da Bíblia, da Palavra de Deus e do ano começando. Ela falou alguma coisa bem baixinho que a gente não conseguiu ouvir e já soltou o microfone e caiu para trás”, contou a filha da pastora, Tatyane Cabral, 18 anos. Jacira foi socorrida no Hospital João Câncio Fernandes, mas já chegou na unidade sem vida.

Sem maiores informações sobre a causa da morte, a filha da pastora comentou com o portal G1 que o médico suspeita que ela tenha sofrido um acidente vascular cerebral (AVC). “O que sabemos é que não foi nada no coração dela. Ela já tinha labirintite e sempre estava um pouco ruim da saúde e também da pressão. Ela sempre estava meio cansada e nunca reclamou, mas, quando ela estava ruim, a gente sabia. Ela ficava quietinha no canto e falava, mas não foi o caso”, relatou.

Natural de Rio Branco, capital do estado, a pastora Jacira atuava na Igreja Ministério da Oração há três anos. Além de Tatyane, era mãe de outros três, e dois estavam no culto quando a mãe faleceu. “Estamos todos tristes, minha mãe estava falando de Deus. Agora é guardar as memórias boas, ela era uma pessoa muito abençoada e todos sentimos muito a falta dela”, lamentou a filha da pastora.

 

Gospelmais.com.br

COMPARTILHAR