PRF inicia Operação Carnaval 2016 na madrugada desta sexta na PB

Foto/Alto Sertão.com.br

A partir da meia-noite desta sexta-feira (5), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) começa a Operação Carnaval 2016. Com a operação, as rodovias federais paraibanas terão reforço nas fiscalizações até o dia 10 de fevereiro. Os policiais estarão distribuídos em pontos estratégicos para orientar os viajantes.

Inserida dentro da Operação Rodovida, o planejamento das atividades levou em consideração a análise de dados estatísticos com o levantamento dos horários e trechos críticos de acidentes de trânsito. As fiscalizações deverão priorizar temas como velocidade, alcoolemia, ultrapassagens indevidas e veículos de duas rodas, principais elementos encontrados nos registros de acidentes graves, que são aqueles que têm pelo menos um morto ou um ferido grave.

Na Paraíba, a atenção estará voltada para as BRs 101 e 104, principais vias de acesso para quem vai para os estados vizinhos, Rio Grande do Norte e Pernambuco, e BR 230, que liga a capital paraibana ao interior do estado. Haverá também intensificação das ações nos dias e horários de maior pico no trânsito.

A PRF alerta para o perigo das ultrapassagens forçadas e feitas em locais proibidos. Essa infração provoca um dos tipos mais graves de acidente, a colisão frontal. Dessa forma, o condutor deve ultrapassar sempre pela esquerda e apenas em trechos permitidos. Ultrapassagens em trechos de faixa contínua, subidas, descidas, pontes e acostamentos são terminantemente proibidas.

Orientações da PRF
• Planejamento da viagem – O motorista deve se informar sobre as distâncias que vai percorrer, condições do tempo, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada. Não esquecer documentação pessoal e do veículo.

• Revisão preventiva – Providenciar a checagem do automóvel mesmo para pequenas viagens. Faróis acesos para ver e ser visto; pneus calibrados e em bom estado; motor revisado, com óleo e nível da água do radiador em dia. Não esquecer de verificar a presença e estado dos equipamentos de porte obrigatório, principalmente pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de parabrisa e luzes do veículo.

• Pausas para descanso – O condutor deve programar paradas a cada 3 horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora.

• Previsão do tempo – Procurar se informar sobre as condições do tempo nos lugares por onde vai passar. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) disponibiliza gratuitamente informações sobre o clima.

• Atenção redobrada – Observar as placas que indicam os limites de velocidade e as condições de ultrapassagem. Elas não foram colocadas naquele ponto da estrada sem motivo. Nos trechos em obras, o motorista deve reduzir a velocidade e obedecer a sinalização local.

• Descanso – Durma bem antes de qualquer viagem de automóvel. O sono e o cansaço são grandes inimigos de uma viagem segura.

• Cinto de segurança – Use sempre o cinto de segurança, este equipamento é obrigatório para todos os ocupantes do veículo

 

 

Do G1 PB

COMPARTILHAR