Procuradoria vai recorrer de decisão da Justiça em bloquear contas da Prefeitura de Cajazeiras-PB

A Procuradoria da Prefeitura de Cajazeiras vai recorrer da decisão da desembargadora Maria das Graças Morais Guedes, que manteve o bloqueio das contas bancárias da Prefeitura para quitar o pagamento dos servidores municipais referente a novembro de 2008.

A desembargadora não acatou a argumentação da prefeitura, que alegou que as ordens de pagamentos por Requisições de Pequeno Valor  (RPV) não teria sido individualizada.

O procurador Rogério Oliveira acredita que sempre é possível modificação a decisão da Justiça. “Não foram analisados os pedidos de nulidade do processo”, disse Rogério ao comentar a decisão em entrevista à Rádio Alto Piranhas.

A ação foi movida pelo Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Cajazeiras que calcula em mais de R$ 1.9 milhão o débito. A juíza da comarca, Silse Maria da Nóbrega, já havia se manifestado favorável ao sindicato.

O procurador disse que o valor sequestrado impactou a finanças do município, mas apesar de tudo a Prefeitura vem conseguindo pagar a folha. “Hoje mesmo foi liberada uma tabela de pagamentos de parte dos servidores”, disse.

O ClickPB entrou em contato com o gabinete da desembargadora Maria das Graças Morais Guedes para saber de detalhes sobre o  bloqueio de verbas da Prefeitura de Cajazeiras, mas foi informado que o processo corre em segredo de justiça.

É esperado para esta quinta-feira(8), greve geral e uma grande manifestação em frente a Prefeitura de Cajazeiras, pelos funcionários que foram caloteados nos meses de novembro e dezembro de 2008-gestão Carlos Antonio.

Quem viver verá, se o povo vai mesmo as ruas em busca dos seus direitos .

 

 Portal Alto Sertão.com.br com ClickPB

COMPARTILHAR