Retrospectiva: Cartório do Registro Civil de Cajazeiras já registrou 282 óbitos, só nos primeiros quatro meses de 2016- Veja o vídeo

Cristiane Moraes, escrevente do Cartório do Registro Civil de Cajazeiras - PB (Foto Alto Sertão)

A cidade de Cajazeiras situada no Alto sertão da Paraíba  distante 468 km da capital João Pessoa, vive um momento bastante delicado no que se refere a uma das maiores epidemias de sua  história, com o avanço nos casos de dengue, chikungunya e zica vírus, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, além do registro de suspeitas cada vez mais crescentes do surgimento da Gripe H1N1 e Tuberculose.

As maiores vítimas tem sido principalmente os idosos que além de já terem o quadro de saúde debilitado com outras patologias, quando atingidos pela epidemia que toma conta de toda cidade, são obrigados à terem que modificar a medicação, e muitos não resistem vindo à óbito.

A nossa reportagem conversou com a escrevente do Cartório do Registro Civil de Cajazeiras, a senhora Cristiane Moraes, que relatou o avanço no número do registro de óbitos na cidade após a epidemia.” Para a atendente Cristiane o número é alarmante, praticamente tem dobrado nos últimos meses, ou seja, teve dias que ela chegou a realizar o registro de 15 óbitos no Cartório do Registro Civil.Vale salientar que em sua grande maioria, as vítimas pertencem ao município de Cajazeiras”.

Segundo a escrevente, ”Cristiane Moraes todos esses dados são enviados a cada mês ao (SIRC), Sistema Nacional de Informações de Registro Civil, direto para o INSS apresentando todo um relatório no registro de óbitos na cidade de Cajazeiras – PB”.

Confira mês a mês no ano de 2016, o número de óbitos já registrados em Cajazeiras – PB:

Janeiro= 44 óbitos

Fevereiro=69 óbitos

Março=80  óbitos

Abril=89  óbitos

Totalizando 282.

Ou seja, uma média de 70 óbitos a cada mês.

Confira o vídeo com Cristiane Moraes, escrevente do Cartório do Registro Civil de Cajazeiras-PB

Portal Alto Sertão.com.br- A notícia com responsabilidade

COMPARTILHAR