Repórter tem morte cerebral após contrair meningite

Egídio Brito estava com 32 anos

Egídio Brito, repórter da Rede Meio Norte, do Piauí, teve morte cerebral confirmada nesse domingo (29). O jornalista havia dado entrada no hospital na última sexta, após apresentar um quadro de vômito, fortes dores no punho e com uma parte do corpo paralisado.

De acordo com informações da imprensa local, a suspeita é de um diagnóstico de meningite severa e que comprometeu a maior parte do cérebro.

Egídio Brito estava com 32 anos. Ele começou a carreira como jornalista na Rede Meio Norte, como produtor do programa ‘Sabadão’. Além disso, trabalhou em outras emissoras: Cidade Verde, Antena Dez e TV Clube.

 

Da Redação/ istoe.com.br

COMPARTILHAR