Secando: Açude Boqueirão de Piranhas atinge a marca triste de 6,2% de sua capacidade

O açude que abastece a cidade de Cajazeiras, Engenheiro Avidos, está com apenas 6,2% de sua capacidade. A população de Cajazeiras enfrenta um forte racionamento de água que é distribuída por meio de manobras: quando abre para um setor da cidade, fecha para outros.

A barragem que tem capacidade para acumular 255 milhões de metros cúbicos de água. Nesta segunda-feira(26), segundo dados da AESA, o açude acumula 15 milhões e 743.390 mil metros cúbicos de água. Uma das piores situações já enfrentadas pelo manancial.

Por outro lado, têm aumentado as reclamações em relação a falta d’água nos bairros da cidade. Segundo alguns moradores, o número de dias sem água está aumentando e fazendo com que as caixas sequem. Quando isso acontece, os moradores recorrem a vizinhos, compram água mineral e a ordem é economizar.

O problema no aumento do número de dias sem água, em alguns bairros, também acontece quando ocorrem vazamentos na rede de distribuição, que têm sido constantes, que, além de prejudicar a distribuição de água, vem contribuindo para o desperdício de água.

A  Zona Norte de Cajazeiras  considerada a mais populosa da cidade, tem sido uma das áreas mais castigadas com a falta d’água, onde as pessoas chegam até mesmo a comprar água mineral tanto para o consumo humano, como para outras necessidades.

boqueirao14boqueirao13

Fotos/Portal Alto Sertão.com.br

Portal Alto Sertão com Gazeta do Alto Piranhas

COMPARTILHAR