Volume morto:Açude Engenheiro Ávidos, em Cajazeiras está com apenas 4,8% da capacidade total

Açude Engenheiro Ávidos (nosso Boqueirão que agoniza) Foto Portal Alto Sertão.com.br

O açude Engenheiro Ávidos, o “Boqueirão de Piranhas”, no município de Cajazeiras, chegou ao seu volume morto, com apenas 4,8% de sua capacidade de água, segundo relatório divulgado pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa).

Em estado de alerta, esta é a leitura que pode se fazer da atual situação em que se encontra o nosso ”Boqueirão de Piranhas”. A notícia que o reservatório chega a atingir o seu volume morto, causa muita preocupação a partir de agora, onde a evaporação deverá ser mais intensa e diminuir ainda mais o volume d’água existente em um dos principais reservatórios da Paraíba .

Pelo menos 46 reservatórios continuam em estado crítico na Paraíba, com menos de 5% da capacidade máxima, segundo um levantamento disponibilizado no site da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa). A maior parte dos mananciais está situada na região do Sertão do Estado, que vive um novo período de escassez de água nos últimos meses.

Entre os açudes em situação crítica destaca-se a Barragem de Engenheiros Ávidos, em Cajazeiras que possui apenas 4,8% da sua capacidade máxima. Desde de 2016, quando apresentava 6,5%, o manancial tem perdido volume de água a cada mês.

Engenheiro Avidos (Boqueirão de Piranhas), Foto Beto Cézar Portal Alto Sertão

Portal Alto Sertão com G1 PB

COMPARTILHAR