Cantor sertanejo Juliano Cezar morre depois de infarto durante show no norte do Paraná

Juliano Cezar morreu nesta terça-feira (31) — Foto: Caio Duran

O cantor sertanejo Juliano Cezar, de 58 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (31) depois de sofrer um infarto fulminante enquanto fazia um show em Uniflor, no norte do Paraná. A informação foi confirmada pelo produtor do artista.

De acordo com o produtor Mauro Vasconcelos, Juliano Cezar chegou a socorrido em um posto médico perto do local do evento. Porém, o cantor não resistiu.

Ele recebeu massagem cardíaca e injeções de adrenalina por mais de uma hora e meia, mas, ainda conforme o produtor, não foi possível reanimar o artista.

Mauro Vasconcelos contou que estavam em uma sequência de três shows, com casa cheia, no Paraná. Ele conhecia Juliano Cezar há 25 anos e era produtor do amigo há sete.

Juliano Cezar era casado e não tinha filhos.

Velório e enterro

O corpo do Juliano Cézar será velado em Ribeirão Preto (SP), onde morava, das 18h de terça-feira até as 9h de quarta-feira (1º).

Na quarta, haverá outro velório, do meio-dia às 15h, em Passos (MG) – cidade natal do cantor. O corpo de Juliano Cezar será enterrado em Passos.

Biografia

Juliano Cezar tinha 30 anos de carreira. Ele lançou dez CDs e três DVDs.

O sertanejo começou a fazer sucesso ao cantar “Não Aprendi Dizer Adeus” e ganhou o Prêmio Sharp como “cantor revelação”. Também foi indicado ao Grammy Latino com “Melhor Álbum Romântico”.

“Rumo a Goiânia”, “Faz Ela Feliz”, “Bem Aos Olhos da Lua” e “Cowboy Vagabundo” estão entre os sucessos de Juliano Cezar.

 

Por Dalton Luís Ferreira, TV Globo e G1 PR

COMPARTILHAR