Diagnóstico de paciente com suspeita de coronavírus no Ceará deve sair em até 24 horas

Foto Reuters/direitos reservados

O diagnóstico do paciente que está com suspeita de coronavírus no Ceará deve sair em até 24 horas. De acordo com o Secretário da Saúde do Ceará (Sesa), Doutor Cabeto, as amostras dos exames do engenheiro que mora em Sobral, interior do estado, serão encaminhadas ao laboratório da FioCruz, no Rio de Janeiro, ainda nesta quinta-feira (30). A Sesa realiza uma reunião de emergência nesta quinta para traçar medidas a respeito da doença.

Nesta quarta-feira (29), o Ministério da Saúde confirmou que o homem está com suspeita de coronavírus. Em todo o Brasil, são nove suspeitas de pessoas contaminadas em seis estados; não há confirmação de nenhum caso do vírus no país, conforme o ministério. Desde 18 de janeiro, o país descartou 4 casos.

O engenheiro está isolado em um hospital particular de Sobral, mas a transferência dele para o Hospital Regional Norte já foi autorizada. A assessora técnica da Secretaria da Saúde, Magda Almeida, disse que, caso o quadro se agrave, o paciente pode ser encaminhado para o Hospital São José de Doenças Infecciosas, em Fortaleza, unidade especializada no tratamento de doenças infecto-contagiosas.

“O paciente está bem, não tem nenhum sintoma grave de angústia respiratória, então pode ser acompanhado em Sobral sem problema. Mesmo em Sobral, nós já mapeamos os leitos que possuem isolamentos respiratórios. Então, pode fica em Sobral. No caso extremo é que vai para Fortaleza para um hospital de referência”, comentou Magda Almeida.

Monitoramento

Apesar de ser natural do Rio de Janeiro, o engenheiro mora em Sobral, há pelo menos duas décadas. Ele estava a trabalho na China, onde passou 90 dias. Ao retornar para o Ceará, foi orientado pela empresa a procurar uma unidade de saúde.

“Ele não está sentindo nada, nem o menor sintoma. Porém, como de praxe e política da empresa que ele trabalha, sempre aos retornos é feito uma bateria de exames”, revelou um primo do paciente.

Magda Almeida acrescentou que a Secretaria da Saúde deve realizar uma região de emergência nesta quinta-feira junto com autoridades sanitárias, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Além disso, a assessora da Sesa informou que o órgão já realizou um mapeamento de todas as unidades do estado que podem receber pacientes com quadro de coronavírus.

 

Por Felipe Mesquita e Valdir Almeida, G1 CE

COMPARTILHAR