Ederson mostra confiança nos reforços do Atlético-CZ em busca de padrão para o time na Série D do brasileiro

Divulgação

De dono da melhor campanha durante nove rodadas do Campeonato Paraibano a eliminado na rodada final da primeira fase. Foi difícil de digerir, mas o Atlético de Cajazeiras tem seguido bem o seu rumo que aponta um sonhado acesso ao Brasileiro da Série C. E, com os reforços que chegaram para dar ainda mais qualidade ao elenco, o treinador Ederson Araújo confia bastante num molde bem adequado para aprimorar o modelo de jogo da equipe na Série D.

Com a estreia marcada para o próximo dia 19 ou 20 de setembro, o técnico tem investido na intensidade dos trabalhos diários para encontrar um padrão que blinde a equipe dos erros que levaram à eliminação no estadual. Consciente da exigência da Série D, o comandante atleticano tem buscado alternativas para que a prática seja bem aplicada.

– Nós perdemos muitos atletas para o primeiro jogo depois da pandemia (na verdade durante, já que a pandemia ainda está em curso). Tínhamos seis atletas que não tinham atuado na equipe titular. Essa mudança prejudicou. O padrão da equipe continuou o mesmo, mas não tivemos êxito nas finalizações. Estamos tentando corrigir, trabalhando muito forte, para dar mais padrão e não cometer os mesmos erros do fim do estadual, que nos custou a classificação – explicou.

Foram, ao todo, 10 contratações que chegaram para reforçar o clube sertanejo: os zagueiros Jefferson e Egon, os laterais-direitos Iranilson e Michel, o lateral-esquerdo Guilherme, o volante Peu, os meias Wallace Ruan, Patrick e Enercino, e o atacante Bruno Gonçalves. Com o plantel municiado de jogadores que conhecem o time alviazulino, Ederson conta que aainda aguarda a chegada de pelo menos mais dois reforços para fechar a conta das contratações.

– Estamos bem confiantes com os atletas contratados que chegaram. Tenho certeza que conseguimos montar uma equipe bem equilibrada. Temos dois atletas para chegar até a segunda-feira, estão quase certos, para deixar a equipe ainda mais forte do que ela já se encontra – disse.

Dois desses jogadores que se integraram ao grupo que disputou o Paraibano desta temporada, inclusive, já despertavam uma atenção especial do treinador.

– Iranilson é um grande jogador. Depois que eu o vi jogar, sempre quis trazê-lo para a minha equipe. Tanto ele como o Patrick. Por diversas vezes não deu certo. Espero que eles possam nos ajudar bastante – finalizou o treinador.

A estreia do Atlético-PB no Brasileiro da Série D está marcado para o dia 19 ou 20 de setembro – ainda no aguardo das datas oficiais por parte da CBF -, em duelo que será disputado contra o Globo FC. Até lá, o Trovão Azul espera marcar ao menos um amistoso para testar o time.

Por Redação do Ge — Cajazeiras

 

Portal Alto Sertão.com.br- A Noticia com responsabilidade

COMPARTILHAR