Luto no rádio: Jornalista de 74 anos morre com coronavírus em Mossoró

Emery Costa tinha 74 anos — Foto: Reprodução

O jornalista Emery Costa, de 74 anos, morreu na sexta-feira (1º) em Mossoró, no Oeste potiguar, cidade onde fez carreira. Ele é uma das 15 vítimas do novo coronavírus (Covid-19) na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Até a manhã deste sábado, o RN tinha 1297 casos confirmados da Covid-19 e 56 óbitos pela doença. Emery Costa apresentou os primeiros sintomas da doença no dia 15 de abril. Dois dias depois foi internado no Hospital Wilson Rosado, em Mossoró, de onde foi transferido para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular em Natal. Ele permaneceu internado até a tarde de sexta-feira (1º), quando faleceu.

O radialista não resistiu às complicações provocadas pelo novo coronavírus. Ele possuía algumas comorbidades que agravaram o estado de saúde, como doença renal crônica, diabetes e hipertensão. Emery deixa dois filhos.

Emery Jussier Costa começou a trajetória como comunicador no rádio aos 17 anos e trabalhou em um jornal impresso de Mossoró. Em 2018, o radialista que também comandou a Secretaria de Comunicação de Mossoró, durante a gestão do prefeito Dix-Huit Rosado, resolveu se aposentar após 55 anos dedicados à profissão.

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte lamentou a morte de Emery Costa por meio de nota: “Neste momento de dor, a Universidade se solidariza com os familiares, amigos e com todos os admiradores de Emery Costa, que dedicou mais de 50 anos de sua vida à arte de comunicar, sempre com postura ética e responsável”.

Outra instituição que homenageou o radialista potiguar vítima da Covid-19 foi a Federação Norte-rio-grandense de Futebol. “A FNF reconhece a importância da carreira da Emery que fazia muito bem o seu papel de informar com imparcialidade. Sempre trazendo notícias com ética e dando exemplo para todos os profissionais da área”, disse a FNF.

 

Por G1 RN

COMPARTILHAR