Pandemia do Coronavírus beneficia os pobres da FPF: Esporte Espetacular denuncia recebimento de auxílio emergencial por dirigentes da Federação Paraibana de Futebol

O programa Esporte Espetacular da Rede Globo denunciou, neste domingo (5), o recebimento do auxílio emergencial do Governo Federal por dirigentes da Federação Paraibana de Futebol (FPF). De acordo com a reportagem, três dirigentes da FPF, além de quatro irmãs do jogador paraibano Hulk foram beneficiados pela ajuda, liberada devido os impactos econômicos causados pela pandemia.

Gerson Tomaz da Silva Junior, Diretor de Registros e Transferências; Gustavo Trindade Paulo Diretor de Competições; Thalyta Costa Gomes neta de Rosilene Gomes e vice presidente da FPF são acusados de recebimento do auxílio. Todos estes dirigentes da FPF são filhos e parentes de vários Cartolas da FPF.

Conforme a denúncia, quatro irmãs de Hulk receberam o auxílio, destinado à pessoas de baixa renda. Na semana passada, o jogador lamentou o fato, mas ressaltou que “cada um é responsável pelos seus atos”.

“Infelizmente é verdade. Fiquei sabendo ao ser avisado pelo meu assessor de imprensa. Perguntei as minhas irmãs e elas confirmaram. Não gostei pois sempre ajudei toda minha família. Reclamei pela atitude, mas cada um é responsável pelos seus atos”, declarou.

O auxílio emergencial é direcionado a trabalhadores informais e de baixa renda, além de microempreendedores individuais sem outras rendas e famílias que possuam mulher como chefe da casa.

 

Portal Alto Sertão com fonte/Paraibaja.com.br

COMPARTILHAR