Pedido de revogação da soltura de Ricardo Coutinho tem movimentação e fica concluso para julgamento de ministra relatora

A informação caiu como uma bomba em alguns círculos jurídicos da Paraíba, agora, no final da tarde desta quinta (dia 26). Trata-se da inesperada movimentação que ocorreu no trânsito do rumoroso habeas corpus do ex Ricardo Coutinho: o processo, segundo o portal do Superior Tribunal de Justiça, já se encontra concluso para julgamento da ministra Laurita Vaz, relatora do caso.

Como se sabe, após ser preso na última sexta-feira, Ricardo Coutinho conseguiu um polêmico habeas corpus de soltura com o ministro Napoleão Nunes Maia, em pleno sábado, quando o pedido deveria ter sido julgado pela ministra Maria Thereza de Assis Moura, vice-presidente do STJ, em função do impedimento do presidente, João Otávio Noronha que, em função do recesso do Judiciário, deveria arbitrar no HC.

Só que, diante de toda a repercussão negativa, a Procuradoria Geral da República acionou a corte para revogar o HC dado por Napoleão. A ministra Maria Thereza avaliou o pedido, negou vários HC de soltura, e encaminhou o caso da revogação para a ministra Laurita Vaz. A expectativa dos advogados de Ricardo Coutinho era que o processo não teria movimentação até o final do recesso. Mas, teve.

E, com isso, a ministra poderá julgar o feito a qualquer momento.

 

Fonte/Blog Helder Moura

COMPARTILHAR