Ricardo Coutinho era o cabeça Juízo Final desbarata o maior esquema de corrupção da Paraíba

Anos de uma repetitiva propaganda de honestidade caíram por terra nos primeiros minutos da manhã desta terça (dia 17). A marca de probidade era apenas um disfarce sob o qual estava… Ricardo Coutinho. Estava o verdadeiro Ricardo Coutinho, foragido e cabeça do maior esquema de corrupção da Paraíba e um dos maiores do País dos tempos modernos.

A Operação Calvário-Juízo Final foi como, de fato, um ponto final nas muitas reticências que ainda reinavam entre parcela da população, acreditando que Ricardo Coutinho, com seu palavreado bandido, de fala mansa e gestos calculados, era honesto e trabalhador. Uma farsa sustentada em quase duas décadas de criminalidade e saque ao dinheiro público.

Agora se vê como um autêntico farsante se comporta. O sujeito que se amorcegou em praticamente todos as lideranças da Paraíba, para chegar e se manter no poder a todo custo. Mais recentemente, parasitou-se sob o manto da esquerda e do lulopetismo. Era apenas mais um disfarce do sujeito fascista que havia por baixo da carantonha que se apresentou à Paraíba como… honesto.

Era, na verdade, o mago da corrupção.

 

Fonte/Blog do Helder Moura

COMPARTILHAR